Sustentabilidade

Com a escassez de alguns materiais, o constante desmatamento das florestas e o aquecimento global, cada vez mais é usada a palavra sustentabilidade. 

Mas, afinal, o que é isso? 

Sustentabilidade é uma prática que visa a manutenção dos recursos naturais, buscando maneiras de garantir que as próximas gerações também possam se beneficiar com as riquezas fornecidas pela natureza. 

Na prática, a sustentabilidade é o ato de preservar, de cuidar, de economizar na utilização dos recursos, sempre de forma consciente, evitando prejudicar o meio em que vivemos.Sendo assim, é normal vermos notícias falando sobre o reaproveitamento de água ou a utilização de energia de fontes limpas, como a eólica e a solar. E vale lembrar que a demanda por energia é crescente, pois quanto mais tecnológico o mundo fica, mais energia é utilizada. Por isso é extremamente importante que desenvolvimento e sustentabilidade andem juntos. 

Pensando nisso, já existem muitas pessoas construindo casas sustentáveis, com cisternas para armazenar a água das chuvas (e também reaproveitar a água do banho ou da máquina de lavar roupas), placas de captação de energia solar, telhados verdes (que ajudam a amenizar o calor dentro de casa) e muitas outras práticas, chegando, até mesmo, a reaproveitar materiais de demolição de outras construções. 

A adoção de alguns desses procedimentos pode ajudar também na economia familiar, pois é possível poupar dinheiro, diminuindo os valores das contas de água e luz. A colocação de um telhado verde, por exemplo, irá absorver o calor excessivo, mantendo a casa fresca, evitando, dessa forma, que seja necessária a utilização de aparelho de ar-condicionado. 

Mas a sustentabilidade não está presente apenas na elaboração de técnicas de economia de água e luz. Ela pode estar presente desde a construção da casa, com a utilização de contêineres marítimos para a estruturação da residência. Essa prática é, inclusive, duplamente sustentável, pois faz o aproveitamento do contêiner e diminui o volume dos recursos naturais que seriam utilizados na construção, tais como areia, ferro e água. Até mesmo a pintura dessas casas é pensada para facilitar a vida dos moradores, pois, na grande maioria das vezes, é utilizada a tinta branca, que ajuda a diminuir a temperatura, pois reflete os raios solares. 

Outro bom exemplo de sustentabilidade vem de Curitiba, onde o grupo “Brasil Sem Frestas Curitiba” arrecada caixas de leite vazias para forrar residências de madeira de pessoas em situação precária. Em uma perfeita união entre sustentabilidade e solidariedade, o grupo reutiliza um produto que iria para o lixo e ajuda a trazer mais dignidade para famílias em condições de vulnerabilidade social. 

Apesar dessas soluções, o grande entrave para a construção de mais casas sustentáveis é o custo dessas residências. Fazer as adaptações pode sair caro e o retorno nem sempre é rápido. Uma outra forma de garantir um retorno seria com a venda da energia elétrica excedente que, embora esbarre na burocracia, pode ajudar a recuperar parte do dinheiro investido na tecnologia do sistema auxiliar de geração instalado em uma residência. 

Uma outra forma de garantir a sustentabilidade das residências brasileiras seria com a concessão de benefícios fiscais, ou seja, aqueles que buscam maneiras de melhorar o ambiente em que vivem poderiam ser agraciados com descontos nas taxas de serviços básicos e de impostos, como o IPTU. Também pode ser criado um sistema de créditos, específico para boas práticas de sustentabilidade individuais, que pode proporcionar descontos em serviços ou a devolução de valores, tal como é feito em alguns estados com a prática de colocar o CPF nas notas fiscais, dessa forma o cidadão que contribuísse com uma sociedade sustentável poderia ter uma compensação financeira. 

Soluções existem, basta apenas que se tenha boa vontade para colocá-las em prática. Com pessoas bem intencionadas, sem preocupações com interesses pessoais, é possível garantir medidas que possam beneficiar a população! 

Eu acredito no Brasil!  

#VamosJuntos #EuAcredito #Sustentabilidade #AmaliaTortato #CasasSustentáveis